DOM PEDRITO COMPLETA UM ANO SEM REGISTRAR HOMICÍDIO CONSUMADO

DOM PEDRITO COMPLETA UM ANO SEM REGISTRAR HOMICÍDIO CONSUMADO


Publicado em: 19/10/2021 08:20 | Fonte/Agência: Departamento de comunicação

Whatsapp

 

Os últimos 12 meses sem homicídio consumado, deve ser comemorado pela comunidade e enaltecido o trabalho das forças de segurança – Polícia Civil, Brigada Militar, Unidade Prisional, Poder Judiciário e Ministério Público.

Merece destaque a queda extremamente positiva no número de homicídios na cidade, que já chegou a registrar 13 casos em 12 meses, em anos anteriores, e por isso, ressalta-se a importância do trabalho investigativo e repressivo realizado, na identificação e prisão dos autores de crimes.

Além do trabalho investigativo da Polícia Civil de Dom Pedrito, é importante salientar a parceria da Brigada Militar que exerce um importante trabalho, o que contribui para o aumento da sensação de segurança da população e redução dos crimes.

Cabe-se ressaltar também a rede de proteção social da Prefeitura de Dom Pedrito através da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social, em especial o CREAS, que conta com o trabalho de profissionais especializados no atendimento das situações ocorridas e também com ações preventivas.

Conforme o prefeito Mário Augusto, esses números não podem ser vinculados à pandemia, uma vez que, em algumas cidades vizinhas existe um crescente número de homicídios e de outros crimes (em razão do aumento do convívio familiar).

"Devemos dar crédito também, por exemplo, a operações como a Sicário, realizada no dia 4 de setembro de 2020, que desarticulou organização criminosa ligada ao tráfico de drogas instalada na cidade de Dom Pedrito, responsável pela narcotraficância, crimes de roubo e crimes de homicídio, com vinculação à facção criminosa de atuação estadual”, lembrou o prefeito.

Na tarde desta segunda-feira, 18, o prefeito Mário Augusto esteve reunido com a chefe da Polícia Civil do RS, delegada Nadine Farias Anflor, onde foi solicitada a disponibilidade de atendimento de plantão 24h por parte da Polícia Civil, salientando que atualmente o trabalho se dá apenas por regime de sobreaviso.

“No período da noite e aos finais de semana, a comunidade necessita desse atendimento imediato e disponível”, destacou o prefeito em documento entregue, ressaltando que é necessário atender a todas as situações e não apenas flagrantes e casos de Maria da Penha, como vem ocorrendo.

Na oportunidade, o prefeito referiu que nesta data completa um ano sem homicídio consumado e, que por esses números extremamente positivos somos merecedores (como município) de uma atenção maior com reposição de efetivo que há muitos anos vem sofrendo defasagem.

Por fim, o prefeito destacou que em dezembro de 2020, foi solicitado ao governador do Estado pedido de que fosse criada uma Delegacia de Pronto Atendimento, mas até o momento não obteve retorno.

“Esses dados são inéditos, é um momento histórico que devemos comemorar. Além de estarmos com muitas obras de infraestrutura em andamento e para um progresso pujante necessitamos de uma rotina de tranquilidade e paz. Estamos trabalhando o desenvolvimento da cidade através de áreas como o Turismo e, uma cidade para se desenvolver turisticamente precisa ter alicerçada essa proteção social que gera paz”, finalizou o prefeito.